:::: MENU ::::

domingo, 2 de agosto de 2009

YES! Foi anunciado o lançamento do SUSE Studio! Finalmente está pronto para funcionar!

Para aqueles que não o conhecem, o SUSE Studio é um construtor de appliances via web.
Essa ferramenta permite você ter uma base Novell's SLE11 (Enteprise server ou Desktop) ou openSUSE 11.1 e customizá-lo como quiser! Com qualquer imagem base, você pode construir uma appliance totalmente
customizado desde o bootsplash até o último caracatere em um arquivo (WOW!)

Agora será possível que comunidades e companhias forneçam uma imagem com o software já instalado, proporcionando uma demonstração, ou utilizá-lo como quiserem em vários formatos disponíveis.

Com sua conta criada, você tem direito a 15 GB para guardar suas máquinas, ou seja, você pode criar as máquinas e deixar disponível para download! Nas arquiteturas 32 bits e 64 bits, alguns dos formatos atualmente suportados para download são imagem de disco - tanto para HD como pendrive -, live CD/DVD, Vmware ou Xen e muitos outros que estão por vir!

Um dos fatores mais interessantes é a possibilidade de permitir a inclusão de pacote que estão fora dos repositórios disponíveis no SUSE Studio. Ah, falando em repositórios, é possível também você definir quais serão os repositórios de softwares que acompanharão a sua distro.
Firewall? Você escolhe se quer que venha habilitado ou não. O firewall do openSUSE é baseado no Iptables, que diga-se de passagem, já vem muito bem configurado! Pelo YaST você pode reconfigurá-lo e criar novas regras, assim como na mão grande também.

Adicionando pacotes
E se eu fizer uma combinação errada de pacotes, vai dar merda? Não meus amigos! Caso você adicione um pacote que possua alguma dependência, a própria ferramenta irá lhe informar sobre isso e vai lhe oferecer a opção de adicioná-la!



Para ficar melhor, vamos fazer uma leitura cada uma das suas opções disponíveis:



na aba superior configuration você encontrará:

General:
default locale: idioma da distro e layout do teclado

default time zone: região (País) e time zone (Estado)

Network: Configuração de rede (ip fixo ou DHCP e outros)

Firewall: Habilitar ou não o firewall

Users and Groups: Criação e adição de usuários e grupos no sistema


Personalize:
Appliance Logo: Imagem que irá aparecer como logo no bootsplash
Appliance background: bootsplash (imagem do carregamento do sistema)

Preview: Como é que está ficando seu armengue


Startup:
Default runlevel: Definição de qual é o runlevel que será o inicial. Por padrão, vem no 3. Caso queira que suba com interface gráfica, altere para runlevel 5.

End User License Agreegment (EULA): Sim! Uma licença de uso! Como o appliance é uma obra intelectual sua (você que fez e adicionou (ou não) peculiaridades ao sistema), pode ser necessário uma licença de uso especificando algo.

Server:
Database configuration (MySQL): Você pode adicionar a distro uma base de dados desde a sua criação. Isso é interessante caso o seu appliance possua alguma ferramenta, como por exemplo, um CMS, um Nagios, um CACTI, etc...

Desktop:
Automatic desktop user log in: Se desejar, seu appliance já pode subir logado com um usuário definido nesta opção.
Autostart desktop Programs: Define se algum programa deve iniciar juntamente com o sistema

Storage & memory
Virtual appliance: Opções aplicáveis apenas para os formatos VMware e Xen. Defina quanto de RAM e disco ela possuirá. Há uma opção de memória extendida (extended memory), para caso for utilizar mais de 4 GB de RAM.


Disc Image: Essa opção é aplicável apenas às disc images. É o tamanho do swap.


Scripts:
Este script vai rodar no final da criação do appliance. Cuidado com isso meu garoto ;)


Aba Overlay files:
Add files: Caso deseje adicionar arquivos ao seu appliance, é nesta opção que poderá fazer isso. É possível fazer upload ou ainda adicionar da web, com a URL do arquivo. Este recurso extende imensamente as opções do seu appliance, já que se for um arquivo, você escolhe para qual diretório ele deve ir, e se for um arquivo do tipo .tar, .tar.gz, .tar.bz2, .tgz, ou .zip, ele será descompactado no diretório especificado, com as permissões hierárquicas preservadas. Esta opção é uma ótima maneira de adicionar muitos aquivos simultaneamente!

Aba Build:
Create appliance: Escolha em qual formato quer criar seu appliance. Estão disponíveis:



  • Disc image (hard disc ou pendrive)



  • Live CD/DVD (.ISO)



  • VMware Virtual Machine



  • Xen Virtual Machine
Version: Defina a versão de seu appliance


Tá pronta! Posso testar?

Claro meu nego! Você pode testar a sua imagem no próprio site!!! Isso é fantástico! Eles permitem que você teste por 1 hora (60 minutos ou 3600 segundos, para os mais leigos xD )

Murrinhagem
Seu amiguinho MS boy quer testar mas ele usa apenas o IE? Se quebrou meu nego! Apenas o Firefox 2 e 3 e o Safari! Como o feioso do IE tem suas peculiaridades, hoje ainda nao existe o suporte.

Como diria o Sérgio Mallandro: SALSI FUFU!

Massa! Vou usar!

Calma meus queridos, não é assim que a banda toca. Para participar, você precisa primeiramente de solicitar um convite e em breve eles lhe enviam. Isso pode até demorar um pouco (algo em torno de no max. 1 mês, acho eu), assim também como pode ser mais rápido. É porque sai aos grupos, seu nome irá para uma lista de aguardo. Vale a pena isso eu garanto!
http://susestudio.com/  

Update (Seg, 03 Ago/09 - 17:55)
No endereço http://en.opensuse.org/SUSE_Studio_HowTos vocês irão encontrar vários tutoriais de como customizar com mais eficácia. Eu ia...

1 comentários:

Postar um comentário

Só não vale xingar a mãe ou puxar cabelo nos comentários =)

Posts populares